A imaturidade empreendedora

O número de novos negócios e empreendores cresceu exponencialmente no ano de 2020, segundo dados da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), que aponta aumento do empreendedorismo. Segundo a pesquisa, nosso país deverá atingir aproximadamente 25% da população adulta envolvida na abertura de um novo negócio ou com um negócio com até 3,5 anos de atividade. Sob a ótica do Desenvolvimento Sócio econômico este número é animador, a dúvida é: de que forma se preparam para empreender? Caso contrário, o que pode representar crescimento, se não for bem conduzido, pode vir a ser um problema, inclusive psicossocial.

Durante minha trajetória de mais de uma década, o que observo é que muitos não escolheram empreender, mas foram convocados para tal devido a perda de seus postos de trabalho. E qual o problema? Não me refiro à situação como um problema, mas como reflexão. O fato de empreender não ter sido uma escolha pode gerar uma série de consequências ao empreendedor e ao seu empreendimento. O primeiro é empreender por falta de opção e não por escolha.

E digo isso porque empreender é fazer um negócio acontecer de forma madura, e obviamente, bem pensada e planejada.
Muitos se aventuram a iniciar negócios sem primeiro conhecer e reconhecer seus próprios talentos, e então, se apegam a inúmeras referências dos “mágicos” das redes sociais. Segundo, iniciam um negócio sem um mínimo plano, proposta de valor, análises de riscos, perdas e possíveis ganhos. Ou seja, ousam acreditar que força de vontade é suficiente para construir um empreendimento sustentável.

Sem contar a imaturidade nas relações com seus clientes, a falta de preparo emocional para os distratos e a forma com que tratam seus clientes, já vi situações em que o empreendor parecia estar fazendo um “favor” ao cliente.

Antes de empreender, aprenda a atuar com CEO da sua própria marca, reconheça seus talentos, desenvolva-os, tenha mentores, aprenda com erros, tenha flexibilidade cognitiva e comportamental, e assim, construa passo a passo, um negócio com propósito equilibrado ao lucro. Certamente, você será reconhecido pelo seu valor e não será apenas mais um negócio lutando diariamente por preço.

E haja maturidade para isso.

Voltar

A expectativa gera a experiência!

09 / 04 / 2020

Mais do que nunca, estamos sendo convidados a repensar a forma como lidamos com tudo, não apenas nos negócios, mas também com nossas emoções, sensações e expectativas. E claro, com nossos clientes e colaboradores, não poderá ser diferente.

Saiba mais

Acredite: você não sabe o que é Coaching!

05 / 11 / 2018

O processo de Coaching invadiu fortemente não apenas o mundo das organizações, mas a vida das pessoas de uma maneira geral.

Saiba mais