Menos certezas, mais experiências!

Escutamos com muita frequência que estamos vivendo a era das experiências, faz sentido para você? Para mim, total sentido. Se olharmos os últimos acontecimentos, podemos ter certeza que experiências, muitas vezes, são impostas em nossas vidas e, obviamente, aprendemos a viver com elas ou por meio delas, mas eu quero chamar a sua atenção para as experiências com previsibilidade, aquelas que podemos programar, aquelas que, empaticamente, podemos promover para as pessoas que estão ao nosso redor, sejam clientes, colaboradores ou amigos.

Para falar mais sobre esse tema, lhe convido à algumas reflexões: se você já trabalhou em alguma empresa e isso faz mais de 20 anos, a questão é lembra de como você foi contratado? Se teve treinamento, acompanhamento, como eram as relações profissionais, os perfis dos seus colegas… E se trouxermos este mesmo processo para os dias atuais, o que mudou? Basicamente tudo! Hoje, temos recrutamento às cegas, contratações e reuniões digitais, robôs, e temos também pessoas agindo como eles (risos). E então, aqueles mais resistentes cismam em dizer: “No meu tempo não era assim”….e será que realmente era melhor ou simplesmente diferente? Quando olhamos o conceito de certeza no dicionário aparece o seguinte: “afirmações, asserções, asseverações, certos, convicções, estabilidades, evidentes.” Ou seja, toda a certeza nos priva de novas experiências, seja na carreira ou na condução de nossas vidas pessoais.

Quando nos permitimos experimentar o novo, entendemos que o que vivemos até aqui não foi melhor nem pior, mas diferente. A Experiência está vinculada à nossa capacidade de fazer as coisas segundo o dicionário, que explore o conhecimento adquirido através da utilização dos sentidos. Lembra da sua experiência de ser mãe ou pai? Do seu primeiro dia no seu atual emprego ou na faculdade? A primeira vez que você saiu sozinho, que namorou, que aprontou….tenho certeza que inúmeras imagens vieram em sua mente, sabe por que? Porque experiência está vinculada às nossas capacidades de sentir e explorar nossas emoções.

Arrisco dizer que as empresas que promovem experiências são aquelas que se tornam marcas queridas e respeitadas por dois motivos: se colocaram no lugar de quem precisava e naturalmente criaram vínculo e outra razão é que ao promover experiências você permite que as pessoas registrem a essência do que vivenciam, lembra da última vez que você foi surpreendido com algo que pode ser simples mas que fez você sentir emoções inesquecíveis? Para promover experiência não precisa de nada mirabolante, apenas entender que um ser humano está se conectando com outro, parece simples mas não é.

A partir de agora, seja na sua carreira ou na sua vida, antes de ter uma única resposta que tal permitir-se experimentar? Por um mundo com menos gurus e mais realizadores, por um mundo com menos apontadores de caminho e mais humanos se colocando à disposição de errar e acertar construindo o seu próprio destino. Menos certezas, mais experiências, para mim e para você, pense nisso!

Voltar

A expectativa gera a experiência!

09 / 04 / 2020

Mais do que nunca, estamos sendo convidados a repensar a forma como lidamos com tudo, não apenas nos negócios, mas também com nossas emoções, sensações e expectativas. E claro, com nossos clientes e colaboradores, não poderá ser diferente.

Saiba mais

As empresas que conhecemos são reais?

28 / 01 / 2021

No atual contexto mundial, pautado por incertezas, mudanças, diversidade cultural, geracional e ansiedade quase que generalizada, engajar pessoas virou de fato um gigante desafio.

Saiba mais