Siga-se!

Em tempos de muitas informações, fake news e pseudo especialistas, principalmente na área comportamental, seguir-se me parece uma escolha prudente. Para seguir-se é preciso ter clareza de quem é você de verdade, suas convicções, suas virtudes e os valores que você flexibiliza e aqueles que de forma alguma são negociáveis.

Quando digo siga-se, não estou dizendo para você abandonar pessoas na redes sociais, estou dizendo que muitas pessoas a quem você segue, acabam lhe gerando uma sensação de frustração e impotência, porque ao invés de admirá-las, você passa a querer imitá-las. Abandone padrões, cópias e formas impostas, acredite: o mundo está cansado de cópias, seja você e inspire pessoas. Não me refiro em quantidade de pessoas, se você começar inspirando os mais próximos já é o começo da jornada.

Voltar

As máscaras estão caindo

30 / 04 / 2020

Há alguns dias aderimos a um novo acessório, obrigatório para alguns lugares, optativos em outros, necessário para todos. Estamos nos adaptando a essa nova mercadoria e mercado…

Saiba mais

A expectativa gera a experiência!

09 / 04 / 2020

Mais do que nunca, estamos sendo convidados a repensar a forma como lidamos com tudo, não apenas nos negócios, mas também com nossas emoções, sensações e expectativas. E claro, com nossos clientes e colaboradores, não poderá ser diferente.

Saiba mais